Abril 27 2009

Solidão

É caminhares ignorado

Entre a multidão

E sentires-te recusado,

Inútil, sem que niguém

Te estenda a mão

E te diga: - Anda, vem comigo,

Caminhemos juntos.

 

O amigo é presença

Na tua solidão,

Mas respeita profundamente

O teu deserto interior,

A tua única maneira de amar.

 

E amanhã será mais belo

Dizer bom dia ao sol!

 

 

 

Poeta Mascarado

 

 

 

Aqui fica mais um texto do Poeta Mascarado onde tenta aconselhar as pessoas a procurarem os amigos, nos momentos mais complicados, pois aí sim, são realmente imprescindíveis.

Vamos sempre acreditar que amanhã será um dia melhor!

Ânimo! Força! Confiança! Coragem! 

 

publicado por Realidade Mascarada às 21:27

'Creio nos anjos
que andam pelo mundo
Creio na deusa
com olhos de diamante
Creio em amores lunares
com piano ao fundo,
Creio nas lendas,
nas fadas, nos atlantes,

Creio num engenho
que falta mais fecundo
De harmonizar
as partes dissonantes,
Creio que tudo é eterno
num segundo,
Creio num céu futuro
que houve dantes,

Creio nos deuses
de um astral mais puro,
Na flor humilde
que se encosta no muro
Creio na carne
que enfeitiça o além

Creio no incrível,
nas coisas assombrosas,
Na ocupação do mundo
pelas rosas,
Creio que o amor que tem asas
de ouro.
Amén'
Creio por Natália Correia
_

Custa-me pensar nas pessoas que, acompanhadas, vivam e se sentiam sós. Pensar que tudo à volta se desfalece e morre, deve ser das piores sensações passíveis de experimentação. O Homem é um ser social por excelência. Este é, porém, o mesmo Homem que se empobrece na loucura das vidas forçadamente dotadas de mediocridade
A vida é, certamente, a melhor matéria-prima que temos. Custa, como em todas as situações, sabes usar esse material para simplificar as tarefas corporais e espirituais. Aperfeiçoa-la (a nossa e a dos outros) a nós mesmos é cada vez mais complicado numa sociedade que é egoísta, egocêntrica e solitária. Custa sorrir. Custa amar. Custa abraçar. Custa saber viver.
Quem quer ajudar as pessoas, como vocês autoras do blogue, merece uma Obrigado! socialmente correcto. E um 'sorriso' intimamente genuíno.
Por que acima de tudo, como canta Ana Moura, o que importa é Crer. Nem que seja "nos Anjos que andam pelo Mundo".

Parabéns pela ideia.

Beijo,
Luís Gonçalves Ferreira
Anónimo a 27 de Abril de 2009 às 22:38

Nem sei bem o que me leva a estar aqui... mas o mais importante é que agora já estou! Ânimo, coragem.... pois, tudo aquilo que não encontro de momento. Em vez de um sorriso, tenho uma lágrima... e sim, sinto-me na solidão, mesmo que rodeada de pessoas... mas por vezes, tocam-nos as saudades de uma maneira muito mais profunda... e eu tenho saudades, muitas saudades, de alguém especial que se foi!
É tão difícil estar longe de alguém que se gosta. Mas porque temos de passar por coisas assim? Porque temos as coisas mesmo à nossa frente mas não lhe podemos tocar? Porque tem de ser tudo tão complicado? Porque só existem oportunidades para uns e outros não?
Porque me sinto eu sem rumo? Sem saber o que fazer? Apenas com uma vontade incontrolável de abraçar alguém? E já agora, porque é tão difícil ´conseguir falar? E assim vou guardando para mim... e choro e sofro em silêncio, por dentro, sem ninguém ver, sem ninguém ouvir, sem ninguém imaginar tão pouco. Por fora, tudo parece muito bem, contudo, por dentro, está tudo em cacos... e assim me entretenho a colar os pedaços que alguém provocou e a deixar que eles se voltem a partir. E assim vou ficando recordando o que me resta, as lembranças que já estão gastas de tanto serem lembradas.Até quando?
Parabéns pelo blog.
Anónimo a 4 de Maio de 2009 às 22:29

OLA.... é lindo... por vezes sentimo-nos sem chao e sem forças para levantar e na realidade so nos apetece virar as costas e nao kerer fazer nada...

bjinhos
CHRISTIANA AZEVEDO a 4 de Setembro de 2009 às 22:37

mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO