Julho 01 2009

 

Eu quero viver!
Eu preciso viver!
Estou farta de apenas… existir.
Não quero que a minha vida
Se resuma à minha existência!
Preciso viver!
Preciso quebrar a caixa de vidro em que vivo,
De onde vejo tudo e todos,
De onde te vejo a ti…
Mas de onde não posso ser ouvida nem vista,
De onde não te posso falar nem tocar…
Ajudem-me…
Ajuda-me…
Sei que sabes como me libertar…
Antes,
Antes do dia em que te vi realmente.
Vivia serena e sossegada,
Conformada talvez
Nesta caixa de vidro do meu espaço.
Agora,
Agora que realmente te vi,
Vivo numa ânsia permanente.
Preciso que me libertes, ajuda-me!
A caixa de vidro encolheu
E encolhe de dia para dia,
Desde o dia em que realmente te vi.
Ajuda-me…
Liberta-me deste sufoco…
Parte-a!
Preciso de te falar, sinto que…
Consegues ouvir?

 

Poeta Mascarado

 

 

   Muitas vezes nos sentimos sufocados pelo silêncio que nos rodeia, a incompreensão que nos atormenta sem repararmos que ao nosso lado existe alguém a passar pelo mesmo.

    Falamos da incompreensão dos outros, mas nem nós nos entendemos. 

    Quando tentamos tornar concretos os nossos problemas, as provas escasseiam.

    Mas deixemos a nossa alma falar, deixemos as lágrimas invadir o nosso rosto, tudo contribuirá para ficarmos melhor.

 

publicado por Realidade Mascarada às 14:26

mais sobre mim
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO